Container

Atendimento via Telefone

(53) 3271.0002
(53) 99141.3295

Endereço Centro de Eventos

Av. Pinheiro Machado, 3390/BR - 116
Dist. Industrial - Pelotas - RS - 96040500

CDL Pelotas

R. Félix da Cunha, 765 Centro - Pelotas - RS
(53) 3284-8699 - cdlpelotas@cdlpelotas.com.br

Para uma grande plateia, um doce espetáculo

Todos os direitos reservados Fenadoce 2016

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Por dentro

Conheça Roberta Nunes, a responsável pelos vestidos da Corte da 26ª Fenadoce

Publicado 18/06/2018 11:43

Aos 28 anos, Técnica em Vestuário pelo CAVG, Designer de Moda pela UCPel e Pós-graduada em Gestão de Moda pelo SENAC-RS, Roberta Peleteiro Nunes tem, pela segunda vez, suas criações utilizadas pelas soberanas da Fenadoce. Colecionando desenhos desde os 3 anos de idade, a pelotense, apaixonada por bordados, começou o sonho de estilista com maxicolares, e logo despontou na carreira.

Criar e costurar são atividades que fazem parte da vida de Roberta desde cedo. Suas primeiras criações foram costuradas a mão, e vem daí o seu amor pelos bordados. Apenas aos 18 anos é que ela ganhou uma máquina de costura para criar e trabalhar seus modelos. Há cinco anos, a jovem trabalhava como estilista em uma empresa de tecidos, e criava maxicolares para comercializar em casas de roupas de festa. Após um convite, começou a bordar vestidos, e desde então buscou se especializar na atividade. Com uma série de cursos na bagagem, Roberta adicionou os bordados como sua marca principal, e fala disso sempre com orgulho.

Tendo sido escolhida para vestir a Corte de 2015, a jovem resolveu participar mais uma vez, e ganhou a missão de dar via ao seu projeto para as soberanas da 26ª Fenadoce. Ela buscou inspiração na influência européia presente nos prédios históricos de Pelotas. Nos seus bordados, marcas do período barroco, extremamente presente nas edificações da cidade. Para as cores, Roberta escolheu o tema da diversidade: trouxe de volta para corte os tons claros e o cor de rosa.

“Sempre gostei de desenhar e criar vestidos para cortes. Trabalhar com bordados e festas tem a ver comigo”, afirma a jovem que em duas semanas pensou e criou o projeto para 2018. “Temos que ter vontade e empolgação para criar esses vestidos”, completa.

Depois do concurso, a tarefa de executar o que, até então, estava apenas no papel. Roberta Peleteiro realizou os bordados com auxilio de uma amiga: toda realização foi feita e aplicada a mão nos vestidos. A confecção ficou a cargo de Clarita, que atendeu delicadamente aos pedidos e ajustes da estilista, que esteve acompanhando a corte em todas as provas. Daí se consolidou a amizade entre Roberta e as soberanas: “Tenho uma relação muito boa com as meninas. Elas são muito queridas, e me passam tudo aquilo que falam para elas sobre os vestidos”, afirma.

Ao falar sobre ter suas criações desfilando pela segunda vez na Fenadoce, Roberta afirma emocionada: “Me sinto lisonjeada! Criamos uma relação de confiança, e eu gosto de me envolver com os bordados. É muito bom trabalhar com pessoas que acreditam no teu trabalho, é muito gratificante! Eu tenho um reconhecimento muito grande através da Fenadoce”, encerra.

Fonte: Agência Reverso Comunicação Integrada

Compartilhe

Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS