Container

Atendimento via Telefone

(53) 3271.0002
(53) 99141.3295

Endereço Centro de Eventos

Av. Pinheiro Machado, 3390/BR - 116
Dist. Industrial - Pelotas - RS - 96040500

CDL Pelotas

R. Félix da Cunha, 765 Centro - Pelotas - RS
(53) 3284-8699 - cdlpelotas@cdlpelotas.com.br

Para uma grande plateia, um doce espetáculo

Todos os direitos reservados Fenadoce 2016

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Por dentro

Corte 2018 - Conheça a candidata Larissa da Costa Camargo

Publicado 19/09/2017 11:40

Seguimos conhecendo um pouco das 20 candidatas à corte da Fenadoce 2018. Cada uma delas respondeu a quatro perguntas idênticas em que foram questionadas sobre a sua participação no concurso e também a sua relação com Pelotas e a Fenadoce.

1) O que motivou você a se candidatar para o Concurso da Corte?
Tenho grande admiração pela história de Pelotas, e como toda menina sempre sonhei em ser princesa. Vi na Corte a oportunidade de poder fazer parte da doce história de Pelotas e também de realizar meu sonho de infância.

 

2) Neste ano o concurso foca em escolher uma rainha que represente a bondade através dos seus atos. Como você busca isso na sua vida no dia a dia?
Como sou diabética tipo 1, desde o meu diagnóstico sempre busquei participar de projetos que buscam ajudar crianças e jovens diabéticos, que promovem educação em diabetes, até busca por doações de medicamentos e fortalecimento destas crianças e jovens frente ao diagnóstico que é muito difícil. Um destes projetos é o Diabeteens, onde sou uma das administradoras, que é um grupo de jovens diabéticos do país inteiro, que busca promover o empoderamento do jovem na vivência desta doença, compartilhando experiências e informações sobre a doença. Também tenho uma página no facebook, chamada Diabética aos 18, onde busco passar um pouco do meu dia a dia e como encaro a doença, mostrando que podemos ser o que quisermos e como quisermos, que mesmo possuindo diabetes não precisamos abrir mão de nada em nosso dia a dia. Também participo da organização de um projeto social chamado Faça Uma Criança Feliz, que organiza festas comunitárias para crianças de baixa renda e em vulnerabilidade social, levando alimentos, brinquedos e roupas, que são doados a essas crianças, principalmente em datas comemorativas como Natal, Páscoa e dia das crianças. Com estes atos, tento expressar bondade, solidariedade e muita felicidade, doando um pouquinho de mim a cada criança e jovem que é beneficiada por estes projetos, e por muitos outros que terei muita honra de participar.

 

3) Qual a sua ligação com Pelotas e a Fenadoce?
Nasci e cresci em Pelotas. Meu encantamento pela história de Pelotas começou quando comecei a entender a importância do lugar em que vivia. Na escola, na educação infantil, uma professora começou a despertar esta grande admiração que tenho por Pelotas, nos levando a passeios pelo centro histórico, pelas charqueadas, pelos museus e nos contando sempre tudo de bom que aquele lugar tinha e todos os momentos históricos que eles tinham presenciado. Isso fez eu me apaixonar cada vez mais por tudo aquilo. A Fenadoce pra mim sempre foi o melhor evento do ano. Todos os anos, quando criança, esperava ansiosamente pra ver os vestidos das princesas e rainha. Era e é mágico pra mim. É ter contato direto com tudo aquilo que admiro de Pelotas: sua história, que é diretamente representada principalmente na cidade do doce, por toda a arquitetura do lugar, e por todas as delícias que são vendidas ali, nossos doces pelotenses. A Estância Princesa do Sul, que mostra que cultivamos sempre a nossa cultura gaúcha, e onde tive o prazer de dançar várias vezes e viver momentos muito importantes que sempre ficarão guardados em minha memória. Sem contar os shows incríveis que já assisti na Praça de Alimentação, lugar que representa aquilo que sempre Pelotas retratou a todos, a valorização da arte, da cultura e da gastronomia. Como já disse Harnisch, no Século XIX, "Ser Pelotense, vale para o mesmo Pelotense como uma especialidade: sua terra, ou melhor, sua cidade, é o centro de todo o seu ser [...]" e é exatamente o que Pelotas e a Fenadoce são para mim, o centro do meu ser.

 

4) Qual a sua lembrança mais marcante da Fenadoce?
Certamente minha lembrança mais marcante foi quando dancei pela primeira vez na Fenadoce. Vestir meu vestido de prenda, na época tinha 10 anos, e passear pelos corredores da feira foi o mesmo pra mim que vestir o traje da Corte. Eu me sentia rainha da Fenadoce. Não dancei somente na Estância Princesa do Sul. Eu dançava em todos os lugares, no parque, na Cidade do Doce, nos estandes, na Praça de Alimentação. A minha alegria era tanta que sentia a felicidade transbordar de mim. E foi naquele dia que eu tive certeza que um dia, eu também queria poder ser Rainha da Fenadoce.

Fonte: Reverso Comunicação Integrada

Compartilhe

Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS