Container

Atendimento via Telefone

(53) 3271.0002
(53) 99141.3295

Endereço Centro de Eventos

Av. Pinheiro Machado, 3390/BR - 116
Dist. Industrial - Pelotas - RS - 96040500

CDL Pelotas

R. Félix da Cunha, 765 Centro - Pelotas - RS
(53) 3284-8699 - cdlpelotas@cdlpelotas.com.br

Para uma grande plateia, um doce espetáculo

Todos os direitos reservados Fenadoce 2016

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Por dentro

Corte 2018 - Conheça a candidata Mariana Mathies

Publicado 13/09/2017 11:00

Conheça um pouco das 20 candidatas à corte da Fenadoce 2018. Cada uma delas respondeu a quatro perguntas idênticas, em que foram questionadas sobre a sua participação no concurso e também a sua relação com Pelotas e a feira.

1) O que motivou você a se candidatar para o Concurso da Corte?
Primeiramente o que me motivou muito foi o fato de eu ter sido criada na colônia e crescer no meio da minha avó fazendo doces tradicionais a moda antiga mesmo - doce de melância, figo, pêssego - e lamber de colher o fundo do tacho. Em segundo lugar pois minha dinda morreu aos 35 anos tendo o sonho de que um dia eu participasse da feira, então pensei: por que não? Quero poder fazer algo mais e ser a voz daqueles que não podem, mostrar que Pelotas não é só uma feira que acontece uma vez por ano, mas é a história que vivemos todos os dias, nós somos história e eu quero fazer história.

2) Neste ano o concurso foca em escolher uma rainha que represente a bondade através dos seus atos. Como você busca isso na sua vida no dia a dia?
Eu busco isso no meu dia a dia com uma simples frase que aderi: “porque não?”. Já participei de concursos, já fiz teatro, ginástica, e diversos cursos, sou bem eclética, desde domar cavalos até fazer cabelo e maquiagem. Busco também ajudar instituições como lar de idosos, adoção de animais e ajudar pessoas de rua com o sopão da quinta-feira).

3) Qual a sua ligação com Pelotas e a Fenadoce?
Como já falei, minha ligação com a Fenadoce é bem próxima, pois meus avós são descendentes alemães, então me criei em meio de doces tradicionais como doce de figo, de pêssego e chimia.

4) Qual a sua lembrança mais marcante da Fenadoce?
A minha lembrança mais marcante foi a primeira vez que fui a Fenadoce, quando tinha sete anos, onde eu e minha mãe nos sentamos no último lugar da arquibancada, pegamos um docinho e ela me mostrou o show de luzes e o desfile da Fenadoce. Aquilo pra mim foi mágico!

Fonte: Reverso Comunicação Integrada

Compartilhe

Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS