Container

Atendimento via Telefone

(53) 3271.0002
(53) 99141.3295

Endereço Centro de Eventos

Av. Pinheiro Machado, 3390/BR - 116
Dist. Industrial - Pelotas - RS - 96040500

CDL Pelotas

R. Félix da Cunha, 765 Centro - Pelotas - RS
(53) 3284-8699 - cdlpelotas@cdlpelotas.com.br

Para uma grande plateia, um doce espetáculo

Todos os direitos reservados Fenadoce 2016

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Por dentro

Nurfs expõem atividades no estande da UFPel na 27ª Fenadoce

Publicado 18/06/2019 16:19

 O estande da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) na 27ª Feira Nacional do Doce está com programação especial em alusão aos 50 anos da Instituição. Na segunda-feira (18), o espaço recebeu a exposição do Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre (Nurfs).
 
 Os visitantes que passaram pelo local puderam conhecer o trabalho realizado pelo grupo há 20 anos. Para exposição na feira, o Núcleo trouxe o crânio de Capivara e de Graxaim, espinhos de Ouriço-Cacheiro e um plastrão de Tartaruga Tigre d'Água. "É muito natural aqui na região os pais comprarem como se ela fosse uma tartaruga pequena, mas na verdade ele cresce como qualquer outro animal e por mais simples que pareça, não é fácil de manter em cativeiro", comenta a bióloga do projeto, Greici Behing. 
 
 O Nurfs atende todos os municípios da Zona Sul, recebendo apenas animais silvestres oriundos de apreensões de cativeiros ilegais, que sofreram maus tratos ou órfãos. O grupo também realiza projetos de Pesquisa, Ensino e Extensão, por meio de atividades educativas em escolas e feiras da região. Ainda o Nurfs conta com Residência Veterinária em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, 32 estagiários dos cursos de Medicina Veterinária, Biologia Licenciatura e Bacharelado, Geografia e Gestão Ambiental atuam no projeto. "Na área de educação ambiental selecionamos por interesse, já na área de veterinária e animais silvestres é necessário estar matriculado em cursos específicos", explica Greice. 
 
De acordo com a bióloga, o Núcleo já chegou a receber 200 espécies em um ano de apenas um município. "Sabemos que tanto animais silvestres e doméstico são uma problemática e a Fenadoce é um ótimo espaço para divulgar à todos os públicos a importância do nosso órgão", afirma. Esta foi a primeira vez que o grupo expôs seu trabalho na feira, com ideia de aproveitar a dinâmica do evento para fugir da bolha acadêmica e transmitir à comunidade em geral curiosidades e explicações sobre a atuação do Nurfs, e, assim, coibir algumas ações da comunidade em prol de beneficiar os animais. "Às vezes alguém vê um passarinho caído do ninho e nos entrega, mas provavelmente ele deveria ficar no local pois a mãe poderia estar apenas ensinando ele a voar", explica Greice. 
 
Ingresso Fenadoce 
A 27ª Fenadoce está com novos valores: agora a entrada na feira passa ter o mesmo preço da edição de 2018! O público pode visitar a Fenadoce de segunda à sexta com o ingresso no valor de R$10 e aos fins de semana e feriados R$12. A taxa para veículos é R$15.  

Fonte: Reverso Comunicação Integrada

Compartilhe

Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS